Um dos primeiros passo ao se registrar no hotel é escolher um visual para vestir o seu avatar. Estes visuais, que podem ser encontrados no guarda-roupa do hotel, estão disponíveis gratuitamente para todos, mas também existem aqueles você deve comprar para usar.

Para ampliar a gama de vestimentas disponíveis no guarda-roupa dos usuários, em 2021, a Sulake lançou a competição Habbo Fashion Design, que consistiu na criação de novas roupas, desenhadas pelos próprios usuários para serem vendidos no catálogo do hotel.

A criação deveria ser única e não poderia ter nenhuma marca relacionada na criação. A comunidade poderia propor penteados, sapatos, acessórios, entre outros.

Com o apoio da designer Martina Mondadori, que também é editora-chefe da Cabana Magazine, a Sulake escolheu o melhor visual para entrar no catálogo do hotel, que esteve disponível algumas semanas mais tarde por tempo limitado.

Agora, meses depois de encerrada a campanha, chamou a atenção as imagens de futuros visuais.

Alguns usuários questionaram sobre as semelhanças entre os visuais submetidos para a competição e os novos que chegaram ao hotel, fato que animou alguns dos seus criadores, enquanto outros não gostaram tanto.

No Twitter, os criadores compararam as imagens dos visuais, lado a lado, para comprovar que, de fato, a Sulake usou as imagens submetidas para a competição, com alguns retoques. E isso deixou a comunidade confusa: se estes visuais não foram selecionados como ganhadores, por que então o Habbo agora que usá-los?

Para entender melhor sobre o caso, quando a Sulake lançou a promoção, a regra era clara:

Reservamo-nos o direito de alterar algumas partes do design vencedor na implementação final.

De acordo com os termos da competição, os dez visuais de cada hotel que passaram na primeira fase estariam liberados pela Sulake em editá-los de modo a deixá-los consistentes com a estética do Habbo.